Febre amarela: como prevenir quando a vacina não é indicada

Dr. Aleksandro Ferreira*

 

Algumas pessoas não podem receber a vacina de febre amarela, como por exemplo aquelas com imunodeficiência, em alguns tratamentos de câncer, alergias graves ao ovo e crianças menores de 9 meses de vida.

Quando não é possível receber a vacina as outras medidas para evitar a contaminação tornam-se ainda mais importantes. Aqui estão algumas orientações:

    • Deixar a casa livre de possíveis criadouros dos mosquitos, como água parada em recipientes
    • Verificar se mora em zona de risco ou vai viajar para locais com alerta, caso positivo avaliar a possibilidade de adiar a viagem
    • Nas crianças acima de 6 meses já é possível utilizar repelentes a base de icaridina próprios para a idade
    • Nas crianças abaixo de 6 meses o bom e velho mosquiteiro, ou tela de proteção, deve ser utilizada sobre o berço
    • Instalar telas de proteção nas janelas e nas portas de casa
    • Utilizar roupas mais longas • Existem roupas com tratamento especial que ajudam a repelir os insetos
    • Utilizar armadilhas, elétricas ou físicas, para capturar os mosquitos, elas podem ser encontradas em casas de produtos especializados ou em sites de produtos para controles de pragas

Em casos de dúvidas procure o profissional responsável pela criança e a unidade básica de saúde da sua região.

 

*Aleksandro Ferreira é Médico Pediatra e Endócrino infantil, especialista em Síndrome de Down.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Novidades

Receba em seu email as novidades e dicas da Elo21.

Banner cartilha