Quando devemos usar sapato ou andar descalço?

O sapato tem a função de proteger os pés de altas temperaturas e evitar machucados ao pisar no chão, por isso a criança só precisa usá-lo quando iniciar a marcha comunitária, ou seja, em ambientes externos, fora de casa.

Enquanto a criança está aprendendo a andar, o ideal é que ela faça isso descalço, pois assim, ela terá melhor percepção de onde está pisando, além de utilizar os dedos para auxiliar no equilíbrio durante o ortostatismo e a marcha. Os pés da criança ficam mais livres para realizar as estratégias de tornozelo, com isso adquirindo o seu limite de estabilidade e ganhando novas possibilidades.

Se a criança estiver de sapato, ela perderá esse contato direto, e terá dificuldades em relação ao equilíbrio.
É comum, crianças que andam bem sem sapatos, quando calçadas, necessitam de apoio, aumentam as quedas e ficam mais inseguras, principalmente no início, pois os seus pés perdem o contato direto com o chão, diminuindo assim, seu desempenho.

Quando for escolher um sapato, prefira o tênis, pois ele fica preso ao pé, o posiciona de forma correta, proporcionando maior estabilidade e segurança à criança.

As sandálias, ou sapatos mais maleáveis, acabam permitindo que o pé fique mais solto, saia da área do solado do sapato, e adquira padrões inadequados, podendo assim prejudicar a formação dos arcos plantares, e dificultando o equilíbrio dinâmico da criança.

A melhor opção nessa fase de aprendizagem de marcha, é deixar a criança descalça, para ela descobrir seu corpo, seus limites, e suas possibilidades.

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Novidades

Receba em seu email as novidades e dicas da Elo21.

Banner cartilha